Tecnologia

“Goiás será primeiro lugar no país em inteligência artificial”, afirma Caiado durante lançamento da AI Summit GO

Publicado

em

Conferência planejada pelo Governo de Goiás será primeiro evento internacional sobre inteligência artificial realizado no estado, com participação de países como China, Finlândia e Canadá; além de grandes empresas, como Nokia e IBM; previsão é para primeiro semestre de 2024

O Governo de Goiás divulgou, na noite desta terça-feira (31/10), alguns dos participantes previstos para a AI Summit GO, conferência sobre inteligência artificial que vem sendo planejada pelo Estado, com data para o primeiro semestre de 2024. Durante lançamento oficial, no HUB Goiás, em Goiânia, foi confirmado o convite a empresários e pesquisadores da Finlândia, Canadá e China, cuja Embaixada participou da solenidade; além de grandes empresas nacionais e internacionais, como Nokia, IBM, Everest, Cilia e Corejur; Sistema S; e Unesco.

Este será o primeiro evento de porte internacional sobre o assunto realizado em território goiano. “A meta é que Goiás se torne primeiro lugar no Brasil na área de inteligência artificial e essa conferência será fundamental para mostrar o que já estamos fazendo nesse sentido”, afirmou o governador Ronaldo Caiado. “Temos todas as condições de tocar esse projeto, porque aqui tem incentivo”, disse, ao lembrar a criação do HUB Goiás e dos cursos de tecnologia das Escolas do Futuro, entre outras iniciativas.

Governador Ronaldo Caiado recebe empresários, autoridades e pesquisadores para lançamento de conferência internacional sobre inteligência artificial: “mostrar o que temos feito”

Governador Ronaldo Caiado recebe empresários, autoridades e pesquisadores para lançamento de conferência internacional sobre inteligência artificial: “mostrar o que temos feito”

Com organização da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e vários outros órgãos e entidades, a AI Summit GO terá uma programação de palestras, workshops, apresentação de casos de sucesso e programas de apoio, tudo de forma gratuita e aberta a pesquisadores, empresários, startups, estudantes e comunidade em geral. “Nós vamos mostrar as aplicações, os casos de sucesso, inclusive de vários goianos. Vamos demonstrar como a aplicação da tecnologia nas empresas leva a ganhos de produtividade”, detalhou o secretário José Frederico Lyra Netto.

READ  10 séries originais do Disney+ que são imperdíveis; veja os trailers

Entre as autoridades que participaram do lançamento, há grande expectativa para a conferência. O vice-governador Daniel Vilela pontuou que o evento “vem para mostrar o que já temos desenvolvido, mas também para continuarmos à frente de outros estados”. Para o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, a discussão é necessária e urgente: “Agora é o momento para o debate, não há como fugir da tecnologia. É uma oportunidade para a geração de renda. São transformações que levam a desafios sociais que precisam ser enfrentados”, destacou.

Já o coordenador científico do Centro de Excelência e Inteligência Artificial (CEIA) da UFG, Anderson Soares, salientou que também será possível mostrar como a inteligência artificial está presente na vida do cidadão. “Pretendemos mostrar isso por meio dos produtos que a gente ajudou a desenvolver, porque ajuda a materializar e a exemplificar para as pessoas onde isso está presente e como já é muito real no cotidiano, na vida”, explicou. O CEIA recebeu R$ 12 milhões em recursos do Estado e é considerado um dos centros de ponta no Brasil, com captação de R$ 178 milhões em investimentos.

READ  Como editar vídeos no PlayStation 5

Iniciativas
O Governo de Goiás tem utilizado ferramentas de inteligência artificial em serviços nas áreas de saúde e fiscalização. Entre as novidades, destaque para o Caren, projeto da Secretaria de Estado de Saúde que utiliza a tecnologia para monitorar recém-nascidos hospitalizados, contribuindo para redução da mortalidade infantil. Na Secretaria da Economia, um sistema pioneiro no país agiliza o trabalho de auditores e possibilita cruzamento de dados para identificar veículos de carga que transportam produtos com indícios de sonegação.

Fotos: Lucas Diener / Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Comentários do Facebook
Propaganda

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA