Tecnologia

O que é eSIM e as vantagens do chip virtual

Publicado

em

Um eSIM é uma versão digital do chip SIM físico, ambos servem para identificar, controlar e armazenar informações em seu dispositivo para fornecer conexão de rede. O eSIM, por sua vez, pode ser programado remotamente por meio de software e está integrado aos smartphones mais novos – o que significa que você não precisaria comprar um novo chip se quisesse trocar de dispositivo ou de operadora.

O SIM integrado, também conhecido como eSIM – como o nome sugere, trata de um chip incorporado ao smartphone, e que não pode ser removido. Ele desempenha a mesma função de um SIM tradicional, exceto pelo fato de ser programável e fisicamente conectado, por meio de solda, à placa-mãe do smartphone.

É provável que seu dispositivo móvel já tenha um cartão eSIM, visto que a tecnologia está se tornando padrão. Sendo assim, os principais fabricantes de dispositivos móveis produzem e comercializam smartphones com eSIM, ainda que nem todos os modelos disponíveis no mercado sejam compatíveis com a tecnologia mais recente.

READ  Novo dispositivo móvel será tema de palestra virtual

Muitos usuários se assustam com o fato de que o eSIM é soldado ao smartphone, pois parece uma desvantagem não poder trocar de chip fisicamente. Entretanto, a tecnologia eSIM, na verdade, torna a troca de chips ainda mais fácil – pelo menos em teoria.

Por exemplo, ao viajar para o exterior usando celulares com chips SIM tradicionais, você pode fazer uma troca pelo chip de outra operadora para obter cobertura local, evitando as taxas de itinerância (roaming) da sua operadora principal.

Da mesma forma, caso você queira trocar de operadora local, mas manter seu número, um chip SIM pode ser retirado facilmente, e substituído por um novo em segundos. Logicamente, a primeira impressão pode ser a de que isso é impossível com um eSIM

.

No entanto, com um eSIM, em vez de precisar ir até uma loja física da operadora para pegar um novo chip, você pode fazer a troca diretamente no seu telefone, inserindo informações da sua operadora – geralmente apenas escaneando um QR code com a câmera do smartphone.

READ  Site conta quantas pessoas já viraram jacaré ao tomar vacina contra Covid-19

Se você estiver usando um telefone Dual SIM com um cartão SIM físico e um eSIM, como um iPhone ou Google Pixel, também é possível transferir suas informações do SIM físico diretamente para o eSIM. Além disso, o iOS e o Android fornecem ferramentas para tornar esse processo rápido e fácil, nos dispositivos com a tecnologia você encontra opções de configuração do eSIM, além de poder alternar entre linhas e operadoras, e gerenciar suas contas.

 

Comentários do Facebook
Propaganda

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA