Maio Verde

Campanha promove conscientização da doença celíaca

Publicado

em

O Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Celíaca chama atenção para uma doença que afeta cerca de dois milhões de brasileiros, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Em Goiânia, a semana, que leva o mesmo nome, tem como objetivo informar a população sobre o impacto da condição celíaca, caracterizada pela intolerância ao glúten, proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e derivados.

Doença crônica, sistêmica e autoimune, a doença celíaca é desencadeada pelo consumo de glúten por indivíduos suscetíveis geneticamente. “A doença celíaca é considerada uma doença camaleoa, já que seus sintomas e sinais são amplos e variados, sem apresentar padrões, podendo até ser assintomática ou se apresentar na forma de outras doenças”, explica a nutricionista do Centro de Oncologia IHG, gastrônoma, Lays Serafim Ribeiro, diagnosticada com doença celíaca e membro do Grupo de Apoio aos Celíacos do Estado de Goiás.

“Por esse fato, estima-se que apenas 15% dos pacientes celíacos estejam diagnosticados, ou seja, apenas 1% da população mundial, segundo a OMS”, revela Lays Serafim, apontando que são mais de 200 tipos de sintomas relatados como possíveis na doença. Os mais comuns são diarreia ou prisão de ventre crônica; dor abdominal; inchaço na barriga; danos à parede intestinal; falta de apetite; baixa absorção de nutrientes; osteoporose; anemia; e perda de peso e desnutrição.

READ  Merenda escolar garante segurança nutricional a cerca de 430 mil alunos

A nutricionista adverte que sem cura, o único tratamento é a dieta isenta de glúten. Ainda segundo ela, no Brasil não existe um estudo multicêntrico que aponte a prevalência da doença no País. Tais fatores apontam para um número muito maior de casos que o conhecido até então.

Devido à complexidade do tema, em 2018, surgiu a campanha Maio Verde, com o intuito de conscientizar a sociedade a respeito da doença, seus impactos na vida dos celíacos, a necessidade de melhora nos fluxos diagnósticos e cumprimento de leis acerca de rotulagem de produtos alimentícios.

“Mesmo no seu sétimo ano, a campanha ainda é pouco conhecida. Há um longo caminho a ser percorrido para trazer visibilidade à doença, propiciar diagnósticos efetivos, rotulagens corretas, comercialização de alimentos seguros e, sem dúvidas, falar sobre a doença celíaca e tornar o mês de maio realmente verde”, conta Lays Serafim.

Diante disso, o Grupo de Apoio aos Celíacos de Goiás realizará hoje, dia 18, um encontro em prol da campanha Maio Verde. O encontro acontecerá no Parque Flamboyant, ao lado da central administrativa do parque, a partir das 9h. Na reunião, serão realizadas oficinas para crianças e adultos, além de degustação de produtos sem glúten visando integração de celíacos, amigos e familiares, e a divulgação de informações de saúde sobre a doença.

READ  10,6 mil crianças e adolescentes foram aos pontos de vacinação

Naiara Gonçalves

 

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA