Nacional

RODOVIAS: Caiado assina convênio que permite concessão conjunta de rodovias federais e goianas

Publicado

em

Ministro Renan Filho e governador Caiado durante reunião desta quarta: concessões conjuntas para assegurar segurança e investimentos nas estradas – Foto: Marcio Ferreira/MT

Os governos Federal e do estado de Goiás deram início ao processo que permitirá a concessão conjunta de estradas federais e estaduais, como já vem sendo feito no Paraná – em seis lotes – e é estruturado com os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nesta terça-feira (24), o ministro dos Transportes, Renan Filho, e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, assinaram convênio de delegação o qual, na prática, possibilita que cinco estradas goianas sejam leiloadas com estradas federais que cortam o estado, formando o chamado Lote 2 de Goiás. A previsão é que o leilão seja realizado ainda em 2024.

Somando 636,73 quilômetros de pistas, as vias estaduais são as seguintes:

•             GO-020, do entroncamento da BR-153/352, em Goiânia, até o entroncamento da GO-139, no fim do perímetro urbano de Cristianópolis;

•             GO-060, do entroncamento da GO-050/070, em Goiânia, ao entroncamento da GO-320, no início do perímetro urbano de Iporá;

READ  Ação conjunta entre as polícias Penal e Militar resulta na apreensão de armas de fogo

•             GO-070, do entroncamento da BR-060/GO-050/060, em Goiânia, ao entroncamento do GO-164;

•             Trecho 1 da GO-080, do entroncamento da BR-060, em Goiânia, ao entroncamento da BR-153;

•             Trecho 2 da GO-080, do entroncamento da BR-153 ao entroncamento da BR-251/GO-230/338, no contorno de Goianésia.

“Nosso objetivo é seguir modelo onde concedemos estradas federais e estaduais de forma unificada, e garantir investimentos, mais segurança e tarifas justas à população”, resume ministro Renan Filho

As estradas goianas permanecem sob gestão do estado até o momento de assinatura de eventual contrato de concessão.

Benefícios

“Nosso objetivo é seguir modelo já aplicado no Paraná e em estudo em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, para concedermos estradas federais e estaduais de forma unificada, o que garantirá investimentos, mais segurança e tarifas justas à população”, resume ministro. Os brasileiros também são beneficiados com a geração de postos de trabalho que se abrem com as obras previstas nas concessões para adequação da capacidade das vias e elevação do nível de serviços prestados aos usuários.

READ  Rogério Cruz participa de concessão do título de cidadania goiana ao presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, Carlos França, e afirma que "parceria com Judiciário beneficia goianienses"

A secretária nacional de Transporte Rodoviário, Viviane Esse, destaca a importância da assinatura do convênio: “Com isso, ano que vem, nós conseguimos fazer um leilão das principais rodovias de Goiás”. Ela lembra que o portfólio de concessão do Ministério dos Transportes prevê a realização em 2024 de quatro leilões de rodovias federais que cruzam o território goiano.

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério dos Transportes

Comentários do Facebook
Propaganda

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA