Cidades

Em Rio Verde, Caiado inaugura terceiro colégio Padrão Século XXI

Publicado

em

Com R$ 10 milhões em investimentos e capacidade para 900 estudantes, unidade vai reforçar infraestrutura escolar no município. Ainda, 732 moradores receberam cartões com benefícios sociais

A qualificação da infraestrutura escolar na rede pública estadual ganhou o reforço de mais uma unidade Padrão Século XXI, o Colégio Estadual Dr. Luiz Brás da Silva, construído em Rio Verde, no Sudoeste goiano. “Aqui em Rio Verde, já investimos quase R$ 70 milhões, recuperamos todos os colégios. Tinham unidades que estavam fechadas há 20 anos, isso era bem emblemático na cidade”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, que inaugurou a unidade escolar com investimento de R$ 10 milhões nesta quinta-feira (30/11).

Governador Ronaldo Caiado durante inauguração de escola Padrão Século XXI e entrega de benefícios do Goiás Social, em Rio Verde

Governador Ronaldo Caiado durante inauguração de escola Padrão Século XXI e entrega de benefícios do Goiás Social, em Rio Verde

Caiado descerrou a placa da inauguração da nova escola que atende a uma demanda antiga. Os investimentos vão garantir espaço físico de qualidade para 900 estudantes dos ensinos Fundamental e Médio já a partir do próximo ano letivo, em janeiro de 2024. A obra teve R$ 7,5 milhões em recursos aplicados e outros R$ 2,5 milhões foram destinados para equipamentos e materiais para apoio pedagógico.

Luziene de Oliveira Reis, 31 anos, mãe de três crianças, é beneficiária do programa Mães de Goiás

Luziene de Oliveira Reis, 31 anos, mãe de três crianças, é beneficiária do programa Mães de Goiás

O governador reforçou o compromisso em promover mudança social com base na emancipação, processo que, segundo ele, tem a educação como principal instrumento. “Nós somos referência nacional na área e nossos alunos estão sendo tratados com a dignidade que merecem”, reiterou Caiado. Durante a passagem pela cidade, o chefe do Executivo estadual também entregou 732 cartões de benefícios sociais para assistência financeira a famílias em vulnerabilidade.

READ  Cartão Verde, uma ideia que tem trazido bons resultados

A unidade escolar, viabilizada por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), é a terceira deste modelo arquitetônico construída no município. “Somos da mesma linha, do mesmo princípio dentro da política: de respeito ao cidadão e ao dinheiro público”, enalteceu o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale.

A designação da unidade escolar faz homenagem ao advogado Luiz Braz da Silva, falecido em 2021. Ele nasceu no município em 1933, foi secretário municipal de Educação, vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Rio Verde. “Agradeço em nome da nossa família, com o coração tomado de muita emoção. Naquilo que for possível, vamos continuar honrando o nome desta escola”, afirmou Cláudio Braz, filho do homenageado.

Ação Social
Fruto do olhar estratégico do Goiás Social, famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) foram contempladas em programas sociais durante a solenidade. Foram entregues 297 cartões do Mães de Goiás para assegurar nutrição e cuidados com crianças de zero a seis anos. É o caso de Luziene de Oliveira Reis, 31 anos, mãe de três crianças. “Agora vai sobrar um dinheiro a mais. Penso em comprar leite, frutas para as crianças, que é o que elas precisam”, afirmou. A ação viabiliza pagamento de R$ 250 por mês e já atendeu 140 mil famílias desde a sua criação em 2021.

READ  Sai o lixo, entra o verde

Em outra frente, moradores receberam 395 cartões do Aluguel Social, iniciativa que destina mensalmente R$ 350 para custeio do pagamento de habitação. Outras 683 famílias já receberam o benefício em Rio Verde e 47 mil estão contempladas em todo o estado. Outros 41 cartões Dignidade também foram entregues, com recurso de R$ 300 pagos a cada mês para auxílio a pessoas entre 60 e 64 anos e que não estão aposentadas ou não recebem o Benefício de Prestação Continuada (PBC).

Fotos: Hegon Correa / Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Comentários do Facebook
Propaganda

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA