Economia

Com 16 planos de trabalho aprovados pelo Governo Federal, Acre vai receber mais R$ 24 milhões em ajuda humanitária

Publicado

em

Comitiva de ministros e técnicos esteve nesta segunda-feira em municípios acrianos atingidos por enchentes e reforçou o trabalho em conjunto com estado e municípios

Uma comitiva de ministros e técnicos do Governo Federal esteve nesta segunda-feira, 4/3, em mais uma ação de socorro e ajuda humanitária aos municípios atingidos por chuvas e pelos efeitos da segunda maior cheia do Rio Acre na história. Os ministros Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional) e Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima) se reuniram com o governador Gladson Cameli e estiveram à frente do grupo que esteve no município de Brasileia. Lá, se reuniram com representantes de cinco outros municípios da região.

O próximo passo é a limpeza e desobstrução das áreas atingidas. Para tanto, vamos disponibilizar nossas equipes técnicas para ajudar as prefeituras na elaboração dos planos de reconstrução” Waldez Góes, ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional

Segundo Waldez Góes, os 16 planos de ajuda humanitária produzidos pelos municípios em parceria com integrantes da Defesa Civil Nacional foram aprovados. Essa medida é essencial porque é a exigência legal para a liberação de recursos federais. “Com isso, cerca de R$ 24 milhões serão liberados para compra de água, comida, combustível, entre outros itens de primeira necessidade”, afirmou Waldez Góes.

READ  Governo unido para enfrentar atual momento da pandemia de Covid-19

O próximo passo, segundo o ministro, é a limpeza e desobstrução das áreas atingidas pelas cheias. “Para tanto, vamos disponibilizar nossas equipes técnicas para ajudar as prefeituras na elaboração dos planos de reconstrução. Continuaremos trabalhando com toda firmeza para honrar o compromisso do Governo Federal com o povo acriano”, completou o ministro.

Além dos ministros, estiveram no Acre o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Armin Braun, a deputada federal Antônia Lúcia e equipes do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, do Desenvolvimento Agrário, da Saúde e da Caixa Econômica Federal.

HISTÓRICO – Desde o início da crise, o Governo Federal vem atuando de forma articulada e próxima ao governo do estado, às prefeituras, à sociedade civil e a parlamentares do estado. Um exemplo dos desdobramentos ocorreu nesta segunda-feira, com a publicação da Portaria nº 728/2024 no Diário Oficial da União. O documento autoriza o repasse de R$ 4 milhões à capital do Acre, Rio Branco, em função das enchentes.

MILITARES – O Ministério da Defesa também está diretamente envolvido com a Operação Acre. As Forças Armadas auxiliam a Defesa Civil no apoio à população. Até o último fim de semana foram 2.123 pessoas assistidas, dentre elas 1.041 indígenas. Foram entregues 1.455 cestas básicas e distribuídos 57.700 litros de água potável.  Diariamente, cerca de 150 militares do Exército, além de máquinas e equipamentos de engenharia, são empregados na ação que ocorre nos municípios de Epitaciolândia, Brasiléia, Assis Brasil, Plácido de Castro, Santa Rosa dos Purus, Rio Branco e Marechal Thaumaturgo.

READ  Governo de Goiás entrega kits contra Covid-19 ao Conselho Tutelar de Pirenópolis
Comentários do Facebook
Propaganda

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA