“Eu acho que não saí da minha infância ainda”, diz Maurício de Sousa
or