Copa do Mundo e Política: Quando um gol contra é a sentença de morte
or