Agro

Abertura de mercado na Zâmbia para o café brasileiro

Publicado

em

A abertura oferece oportunidades futuras para produtores brasileiros, em vista do grande potencial do continente africano em termos de expansão demográfica e de crescimento econômico

O governo brasileiro recebeu com satisfação a notícia da aprovação sanitária e consequente autorização para importação, pelo governo da Zâmbia, de café em grão verde (‘Coffea arabica’) do Brasil.

O Ministério da Agricultura zambiano informou ter completado o processo de análise de risco de pragas, o que resultou na elaboração de regulamentos fitossanitários para importação de café em grão originário do Brasil. Isso significa que o Brasil passa a estar habilitado a exportar café para a Zâmbia.

Operações de exportação e importação de café em grão verde brasileiro poderão ser iniciadas por meio de inscrição na Janela Única Eletrônica da Zâmbia (“Zambia Electronic Single Window” – ZESW), pelo site.

A abertura oferece oportunidades futuras para produtores brasileiros, em vista do grande potencial do continente africano em termos de expansão demográfica e de crescimento econômico. De acordo com a base de dados do “International Trade Center”, a importação anual de café pela Zâmbia tem variado entre US$ 600 mil e US$ 800 mil; África do Sul, Guiné Equatorial e Botswana foram os principais fornecedores em 2022.

READ  PARTICIPAÇÃO SOCIAL: Mapa publica consulta pública para definir procedimentos operacionais para as ações da mosca-da-carambola

A autorização de importação de café brasileiro pelas autoridades da Zâmbia deverá contribuir para o aumento do comércio bilateral e o aprofundamento das relações com esse importante parceiro do Brasil na África.

Tal resultado é fruto do trabalho conjunto do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Comentários do Facebook
Propaganda

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA