Search
Close this search box.

Política

A professora Jovelina Barbosa é entrevistada do programa Alego Mulher dessa terça-feira, 8

Publicado

em

Com vasta experiência acadêmica e profissional na área educacional, a professora Jovelina Barbosa da Silva é a entrevistada da edição do programa “Alego Mulher”, que vai ao ar nesta terça-feira, 8. A professora aposentada fala sobre sua relação com a educação e a paixão por ensinar. Numa retrospectiva de seu passado, ela relata que o amor pela profissão vem desde a infância, principalmente pelo esforço dos pais.

Natural de Taguatinga, Tocantins, Jovelina conta que passou parte da infância na zona rural, em grande pobreza. Aos quatro anos seus pais abandonaram o sítio onde viviam e tomaram o rumo de Goiás para que os filhos pudessem ter acesso à educação. A travessia, porém, foi longa e tempestuosa. “Demoramos quatro meses para chegar a Anápolis. Dormíamos em paióis, debaixo de árvores, em qualquer lugar que desse para repousar, muitas vezes dividindo lugar com os animais”, conta.

Ela explica que na infância costumava brincar de escolinha, sendo ela a professora e suas bonecas as alunas. “Eu digo que já nasci professora.” Suas contribuições vão para além da extensão cultural e o desenvolvimento da literatura goiana. Ela também contribuiu para reforma do ensino através da lei 5692/1971. Em 52 anos de trabalho, passou por diversas escolas e institutos de educação do estado e ocupou cargos em órgãos do funcionalismo público, como por exemplo, superintendente de assuntos administrativos e chefe do Departamento de Assistência Social.

READ  Projetos parlamentares são prioridade na sessão desta 3ª-feira, 9

Quando diretora do Grupo Escolar Presidente Vargas, Jovelina foi responsável por aproximar os professores da realidade dos alunos, propondo visita dos docentes na casa dos estudantes. Esse movimento foi essencial para desenvolver um ensino mais humanitário. Ela pontua, sobretudo, que a aproximação entre escola e família é fundamental para elevar a qualidade de ensino, contribuindo para a formação dos jovens e, por conseguinte, no desenvolvimento dos estados.

A entrevista vai ao ar nesta quarta-feira, 9,  no programa “Alego Mulher”, a partir das 21 horas. A produção pode ser conferida na TV Alego (canais 3.2 da TV aberta, 8 da NET Claro e 7 da Gigabyte Telecom), pelo site oficial do Parlamento goiano e, ainda, pelo canal do Youtube.

Fonte: Assembleia Legislativa de GO

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA