Libertadores: a classificação final dos 16 times que vão às oitavas e muitas curiosidades

d4002a81916b3bd9d757c7a0bd24f7bf

Acabou a fase de grupos da Libertadores e 16 times dos 32 que estavam em ação seguem vivos, entre eles, seis brasileiros. O número poderia ter sido maior não fosse a punição imposta à Conmebol para a Chapecoense pela escalação de Luiz Otávio – o Flamengo é o outro time brasileiro eliminado.

Abaixo, você confere a colocação final dos líderes e dos vice-líderes de cada uma das oito chaves. O sorteio que definirá os confrontos da fase de oitavas de final ocorrerá no Paraguai em 14 de junho. Os primeiros estarão em um pote, enquanto os segundos ficarão em outro. Não há qualquer restrição em relação ao cruzamento de clubes do mesmo país ou de um mesmo grupo.

A Libertadores só recomeça em julho. Vale lembrar que a competição a partir deste ano termina apenas em novembro.

COLOCAÇÃO DOS LÍDERES:
1º Atlético-MG: 13 pontos (11 gols de saldo)
2º Lanús-ARG: 13 pontos (10)
3º Grêmio: 13 pontos (9)
4º River Plate-ARG: 13 pontos (5)
5º Palmeiras: 13 pontos (4)
6º Santos: 12 pontos (7)
7º Botafogo: 10 pontos (1)
8º San Lorenzo-ARG: 10 pontos (0)

COLOCAÇÃO DOS VICE-LÍDERES:
1º Godoy Cruz-ARG: 11 pontos (2 gols de saldo)
2º Guarani-PAR: 11 pontos (2)
3º Emelec-EQU: 10 pontos (3)
4º Barcelona-EQU: 10 pontos (0)
5º Atlético-PR: 10 pontos (-1)
6º Strongest-BOL: 9 pontos (4)
7º Wilstermann-BOL: 9 pontos (2)
8º Nacional-URU: 8 pontos (2)

CURIOSIDADES:
– o Brasil será o país com mais representantes no mata-mata: serão seis times, dos oito que iniciaram o torneio
– é grande a chance de o Atlético-PR pegar um brasileiro nas oitavas; ele foi o único do país como vice-líder e pode encarar Atlético-MG, Grêmio, Santos, Palmeiras ou Botafogo
– o Santos é o único dos 16 classificados que ainda não foi derrotado; o River Plate perdeu sua invencibilidade nesta quinta-feira
– com a melhor campanha entre todos os líderes, o Atlético-MG sempre decidirá o mata-mata em casa enquanto seguir na Libertadores
– a Argentina será o segundo país com mais times presentes: quatro dos seis que começaram estão vivos
– a Colômbia não tem mais chances de título: Atlético Nacional, Santa Fé e Independiente Medellín caíram na fase de grupos
– o Chile também ficou fora da Libertadores; já o Equador tem dois times, assim como a Bolívia, contra um do Uruguai e um do Paraguai
– o boliviano Chumacero, que já jogou no Sport, é o artilheiro da Libertadores até agora, com oito gols, contra seis do atleticano Fred

(Yahoo)

Top